SEJAM BEM-VINDOS!

Este é um blog educativo. Minha intenção é postar meus projetos de literatura infantil, em verso e prosa, para ajudar pais e professores na educação de nossas crianças.



Todos os textos aqui publicados são de minha autoria e estão devidamente registrados no EDA da Biblioteca Nacional.



RESPEITEM OS DIREITOS AUTORAIS!



Já possuo dois livros publicados: o primeiro com o Patrocínio da Prefeitura de Juiz de Fora, intitulado "Os Sonhos da Favela",
é um paradidático pré-adolescente que aborda temas como violência, drogas, gravidez adolescente, oportunidades e decisões.e o segundo pela Editora Uirapuru, intitulado "As cores do Meu Brasil" é um livro infantil que conta a história da diversidade do nosso Brasil dando ênfase à cultura Afro-brasileira.

Saudações literárias.


Vera Ribeiro Guedes.





OS SONHOS DA FAVELA

OS SONHOS DA FAVELA
TRABALHO REALIZADO PELOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL HENRIQUE JOSÉ DE SOUZA - JUIZ DE FORA - MG

AS CORES DO MEU BRASIL

AS CORES DO MEU BRASIL
Livro infantil de cultura afro-brasileira

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

ALFABETIZANDO COM POESIA

TICO TICO, TECO TECO
Vem o trem da alegria,
Ensinar o ALFABETO.
a é uma bolinha,
que tem uma só perninha.
Estou com pena da letrinha,
será que é manca a coitadinha?
b se acha bonito,
belo e bonachão.
Mas não sabe que é esquisito,
pois, tem um barrigão.
c é uma curvinha,
casa se escreve com ela.
De paredes coloridas,
com portas e janelas.
d cortou o dedo,
doeu e ele chorou.
Mamãe, fez curativo,
deu beijinho e passou.
e elefante escreve.
de tromba bem comprida.
É um bicho muito grande,
mas, é amigo da formiga.
f foi a feira,
de frutas ele gosta.
Com figo e framboesa,
fez uma linda torta.
g escreve guerra,
é uma letra muito estranha.
Pois gostar também é dela,
como faz guerra se ama?
h marca hora para tudo.
Da escola, do almoço e do jantar.
Mas, a melhor hora do dia,
é a hora de brincar.
i foi à igreja;
e, começou a chover.
Levou um pingo na cabeça,
não adiantou correr.
j estava com fome,
esperando o seu jantar,
correu para a janela,
para ver sua mãe chegar.
l é rei na selva,
na floresta, ele é o bom.
O que é que se escreve com ela?
É a letra do leão.
m tem três perninhas.
Para escrever, dá três voltinhas.
Parece uma minhoquinha,
toda encolhidinha.
n é a letra do não
que às vezes a mamãe diz.
Porque você faz malcriação
e ela não fica feliz.
o é tão redondinho,
parece um ovinho.
Se quebrarmos ele ao meio,
será que nasce um pintinho?
p mantém a ordem,
ele é policial.
Prender o ladrão ele pode
e nos defender do mal.
q gosta muito de queijo;
queria comer sem parar.
Quase caiu o queixo,
de tanto mastigar.
r andava na rua,
muito distraído,
quando viu um enorme rato,
se assustou e deu um grito.
s é muito sabido,
de saúde ele entende,
por isso come salada,
para não ficar doente.
t trouxe um tatu,
para a turma conhecer,
fez um grande tumulto,
todos queriam ver.
u é letra útil,
união assim começa.
Unidos temos a força,
e não precisamos ter pressa.
v é a letra da verdade.
Mentira não é legal.
Mas também da vaidade,
que às vezes faz muito mal.
x ficou doente,
tomou xarope na xícara.
Estava com dor de dente,
e também dor de barriga.
z é de nota zero,
que ninguém quer tirar.
Mas para ser o primeiro,
vai ter que estudar.

k, w, y, voltaram a participar.
Vamos com essas três letras,
o alfabeto completar.


TICO, TICO, TECO, TECO
Passou o trem da alegria,
Ensinando o ALFABETO.

VERA RIBEIRO GUEDES

2 comentários:

  1. Adorei! Muito bom o seu blog! Parabéns e sucesso para seus projetos.
    TecaMiranda

    ResponderExcluir
  2. Eh...eh...eh... Voltei a ser criança.
    Pelo menos por hoje.
    Que leitura deliciosa!!!

    ResponderExcluir