SEJAM BEM-VINDOS!

Este é um blog educativo. Minha intenção é postar meus projetos de literatura infantil, em verso e prosa, para ajudar pais e professores na educação de nossas crianças.



Todos os textos aqui publicados são de minha autoria e estão devidamente registrados no EDA da Biblioteca Nacional.



RESPEITEM OS DIREITOS AUTORAIS!



Já possuo dois livros publicados: o primeiro com o Patrocínio da Prefeitura de Juiz de Fora, intitulado "Os Sonhos da Favela",
é um paradidático pré-adolescente que aborda temas como violência, drogas, gravidez adolescente, oportunidades e decisões.e o segundo pela Editora Uirapuru, intitulado "As cores do Meu Brasil" é um livro infantil que conta a história da diversidade do nosso Brasil dando ênfase à cultura Afro-brasileira.

Saudações literárias.


Vera Ribeiro Guedes.





OS SONHOS DA FAVELA

OS SONHOS DA FAVELA
TRABALHO REALIZADO PELOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL HENRIQUE JOSÉ DE SOUZA - JUIZ DE FORA - MG

AS CORES DO MEU BRASIL

AS CORES DO MEU BRASIL
Livro infantil de cultura afro-brasileira

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

UMA TRISTE HISTÓRIA... A Droga é uma Droga!

CONHECI UM MENINO FELIZ!
CRESCEU SORRINDO AO MEU LADO.
BRINCAVA, CORRIA, SALTAVA.
MAS, UM DIA...
POR ALGUÉM FOI CONVIDADO,
A FUMAR UM BASEADO,
- “QUE NÃO FAZ MAL A NINGUÉM”
SÓ TRAZ UMA FALSA ALEGRIA,
QUE ELE NÃO CONHECIA;
MAS O QUE O COITADO NÃO SABIA,
E NINGUÉM TINHA EXPLICADO,
É QUE A TAL ALEGRIA,
DO PRIMEIRO BASEADO,
ERA APENAS UMA MENTIRA,
QUE NÃO TINHA VOLTA,
DE SAÍDA, NÃO TINHA PORTA.

E, EU VI AQUELE MENINO,
QUE ERA TÃO FELIZ,
NO ABISMO CAINDO,
E SEM NINGUÉM PARA LHE AJUDAR;
POIS, OS AMIGOS SE AFASTARAM,
E ELE SÓ SABIA BRIGAR.

ONDE ESTAVA A ALEGRIA?
E A TAL FELICIDADE?
DA ESCOLA SE DESPEDIA,
E EMPREGO NÃO CONSEGUIA.

FOI CRESCENDO MUITO DOENTE,
JÁ NÃO SABIA O QUE FAZIA,
SEUS PAIS FICARAM TRISTES,
E O LEVARAM PARA O HOSPITAL,
MAS, ERA MUITO TARDE,
NÃO CONSEGUIRAM CONTER O MAL.


A DROGA, SEU CÉREBRO DESTRUÍRA,
JÁ NÃO PENSAVA,
COM SEUS PRÓPRIOS PENSAMENTOS.
E VIVIA UM TORMENTO,
JÁ NÃO MAIS SE LIBERTAVA.

FOI MORRENDO AOS POUCOS...
E NO DIA DO SEU ENTERRO,
NÃO TINHA UM ÚNICO AMIGO,
A VELAR O SEU CORPO.
SÓ A FAMÍLIA ESTAVA AO SEU LADO.
POIS, O AMIGO QUE LHE DEU
O PRIMEIRO BASEADO,
TAMBÉM JÁ ESTAVA MORTO.


VERA RIBEIRO GUEDES

Esta poesia é parte integrante do livro "Os Sonhos da Favela", publicado em 2008, com o patrocínio da Lei Murilo Mendes - FUNALFA - JF, de minha autoria e ilustrações de Marcelo Manhães.

6 comentários:

  1. Vera, parabéns pelo seu site.
    É sempre bom ver talentos como o seu chegando às pessoas.
    Pode ter certeza que você acaba de ganhar uma leitora assídua.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Vera, muito interessante seu livro OS SONHOS DA FAVELA. Todas as crianças deveriam ter em casa. E todos os pais também. Quero comprar.
    Parabéns! Está tudo muito lindo aqui no seu Blog.Amei!
    Fica com meu carinho.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelos comentários! Já que gostaram, divulguem!!!!
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  4. Uma ótima opção para escolas adotarem! Parabéns mais uma vez.

    Obrigada também por suas palavras em meu blog.

    Qto à Lei, já pensei sobre isso, apesar de nunca ter me inteirado sobre o assunto. Mas é algo que está em meus planos futuros sim. Obrigada pela dica! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Vera, seu espaço está maravilhoso! Conheço seu livro e o aprecio muito pelo realismo construtivo apresentado. Professores e alunos poderão ganhar muito com este retrato social do Brasil que muitos não querem aceitar mas que está aí, e que você ousou mostrar de forma tão natural. Parabéns, sucesso, felicidades mil!

    ResponderExcluir
  6. Vera, que texto maravilhoso, bem escrito e envolvente. Uma delícia de ler. Senti a tristeza da história e a alegria de ler tanto talento. Obrigada por compartilhar!!!

    Bjins. Keli Arruda

    ResponderExcluir